Menu

Site seguro também é sinônimo de vendas

ecommercedicassslsegurança
Ao realizar uma compra online, alguns consumidores já adquiriram o hábito de checar se na barra de endereço do navegador aparece o ícone do cadeado e a barra fica verde, indicando o uso do “HTTPS”

Ao realizar uma compra online, alguns consumidores já adquiriram o hábito de checar se na barra de endereço do navegador aparece o ícone do cadeado e a barra fica verde, indicando o uso do “HTTPS”. A letra “s” tem a ver com segurança e indica que a página possui Certificado SSL e criptografa os dados que serão digitados pelo usuário – item considerado primordial para a proteção das informações. Contudo, foi apenas em 2015 que a utilização desta tecnologia teve um boom no comércio eletrônico nacional.

De acordo com a pesquisa “Perfil do E-commerce Brasileiro”, realizada pela BigData Corp. sob encomenda do PayPal Brasil, a utilização de certificado SSL cresceu 250% nos últimos dozes meses. Os números demonstram o esforço dos empreendedores em oferecer métodos mais seguros aos seus clientes: 73,85% das lojas virtuais já possuem esta ferramenta de segurança – em 2015, o índice era de apenas 20,65%. Além disso, 41,21% dos varejistas contrataram algum serviço de pagamento eletrônico, contra 38,09% no ano anterior.

Dois fatores impulsionaram esse crescimento vertiginoso. Em primeiro lugar está a conscientização das próprias fornecedoras de tecnologia para e-commerce, que enxergaram na segurança um item importante para a experiência do consumidor durante a compra e implementaram automaticamente funcionalidades em seus sites parceiros. Além disso, plataformas externas, como Google, e Facebook, passaram a exigir que as páginas expostas em seus serviços estejam cada vez mais seguras.

Dessa forma, o lojista virtual não tem escolha senão deixar seu negócio mais seguro e confiável para as pessoas. Desde 2014, por exemplo, encontram-se em melhor posição no ranking do Google as páginas que possuem SSL, deixando para trás aquelas que não oferecem segurança aos usuários – e as ferramentas de busca ainda constituem a principal porta de entrada para os empreendedores online. Além disso, a imagem do cadeado é um demonstrativo da preocupação do e-commerce com os dados de seus clientes – 68% dos clientes compram mais em uma loja virtual quando veem símbolos de segurança, de acordo com o relatório Webshoppers, da E-bit.

Investir em criptografia SSL é um importante passo para o e-commerce evitar o roubo de dados e eliminar a principal barreira para adesão de novos clientes nas compras virtuais. É um investimento que precisa avançar: há ainda uma série de questões que precisam ser pensadas pelos empreendedores, como a proteção de suas próprias informações e a prevenção de fraudes com a análise de informações do comprador. A segurança vai deixando de ser um simples detalhe para se tornar fator central na compra virtual.

Outros textos

+ posts

Mais lidos

Tags

2010AndroidBrucEntourageGolpesHTMLIOSIpadIphoneLimitesMacMail.appOSXOutlookSQL InjectionSegurançaSmartphoneThunderbirdVulnerabilidadesWindows Phoneassinaturaatrairbrucclientescriaçãocrisedesenvolvimentodesigndicase-commercee-mailecommerceemailfraudeshtmlimageminternetinvasão de sitesmarketingmicrosoftmobileoutlookoutlook2013responsivosegurançasegurança de sitessitessoluçõesspamsql injectionssltamanhotendênciasvendasvulnerabilidadeswebwebmail